Sabatina Literária 30/10/2008


O escritor Milton Hatoum participou da 1ª Sabatina Literária com os alunos do CPV. Os estudantes questionaram sobre os livros do autor, três deles ganhadores do Prêmio Jabuti, como “Relato de um Certo Oriente”, “Dois irmãos” e “Cinzas do Nortes”.
Na oportunidade, foi lançado o livro editado pela Editora CPV, “O Medalhão do Drãgao”, escrito por Ana Carolina Lucas Lamotte e ilustrado por Henrique Salles Pompilio, ambos alunos do CPV. Os professores estavam muito orgulhosos e os estudantes participaram ativamente da sabatina. Para Milton Hatoum, a literatura é uma forma de manifstação artística de um povo e de um país em que ele se expressa do ponto de vista simbólico e histórico. Ao final, a aluna Marina Guarnieri encantou a todos com sua voz melodiosa. A espirituosa estudante ofereceu a música aos amigos e ao escritor. Abaixo, breve entrevista com Milton Hatoum:

O que identifica um escritor?

O escritor é uma pessoa que questiona o seu tempo. O escritor não pode ser um conformista, ele indaga sobre a realidade, mas não dá respostas. Eu diria que o escritor constrói uma mentira atráves da imaginação para dizer uma verdade, ao contrário de muitos políticos que só mentem e fazem promessas. A promessa do escritor é uma verdade profunda.

O que você mais questiona hoje?

Todos os tempos são difíceis, mas vivemos num tempo de muitas contradições sociais, de muito preconceito, de muitas guerras. O mundo não necessita de guerra, nem de armas. Acho que precisamos repensar o Brasil e não será esse ou aquele político que trará uma solução. A sociedade brasileira tem que se envolver nas questões mais dramáticas de sua realidade, como educação pública. Este questionamento é fundamental e está acima dos partidos políticos.

Fonte: Revista Dolce Morumbi, Novembro de 2008 – Edição 52

+ There are no comments

Add yours