Redação para o ENEM: como é a avaliação?

Redação para o ENEM: como é a avaliação?


Texto por Alexandre Antonello

Capacidade de raciocínio, articulação com as palavras, coerência textual e domínio gramatical. Esses são alguns dos itens essenciais para o desenvolvimento de uma boa redação para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

O peso da redação pode chegar a até 40% da média final do exame (dependendo do curso) e qualquer deslize ao escrevê-la diminui suas chances de conseguir uma boa pontuação. Por isso, separamos alguns dados e dicas para você se sair bem na redação do ENEM e que também podem ser usados em outros vestibulares.

A prova de redação exigirá de você a produção de um texto em prosa, do tipo dissertativo-argumentativo, sobre um tema de ordem social, científica, cultural ou política. Os aspectos a serem avaliados relacionam-se às “competências” que devem ter sido desenvolvidas durante os anos de escolaridade.

Nessa redação, você deverá defender uma tese, uma opinião a respeito do tema proposto, apoiada em argumentos consistentes, estruturados de forma coerente e coesa, de modo a formar uma unidade textual. Seu texto deverá ser redigido de acordo com a modalidade escrita formal da Língua Portuguesa. Por fim, você deverá elaborar uma proposta de intervenção social para o problema apresentado no desenvolvimento do texto que respeite os direitos humanos.

tabela

Quais as razões para se atribuir nota 0 (zero) a uma redação?

A redação receberá nota 0 (zero) se apresentar uma das características a seguir:

  • fuga total ao tema;
  • não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa;
  • texto com até 7 (sete) linhas;
  • impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação ou parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto;
  • desrespeito aos direitos humanos e
  • folha de redação em branco, mesmo que haja texto escrito na folha de rascunho.

IMPORTANTE!

 – Para efeito de avaliação e de contagem do mínimo de linhas, a cópia parcial dos textos motivadores ou de questões objetivas do caderno de prova acarretará a desconsideração do número de linhas copiadas, valendo somente as que foram produzidas por você;

– Procure escrever sua redação com letra legível, para evitar dúvidas no momento da avaliação. Redação com letra ilegível não será avaliada;

 – O título é um elemento opcional na produção da sua redação e será considerado como linha escrita.

Distribuição da pontuação por competência

Para tornar a correção da Redação do ENEM mais clara e objetiva para os alunos, as 5 competências são organizadas em uma matriz. 

A nota de cada competência varia de 0 a 200 pontos, subdivididos de 40 em 40 pontos por competência, para posicionar o nível do aluno.

Os níveis são os seguintes:

pontos-redacao-enem

Distribuição de pontuação por competência

tabela-pontuacao

Nível 0 – 40 pontos: do total de alunos de escolas particulares do Brasil 24,79% ou 254,434 alunos faltaram ou não realizaram a prova de redação ENEM 2014.

Nível 40 – 80 pontos: 6.212 alunos (0,61% do total) tem domínio precário da Competência 1, ou seja, da norma culta da Língua Portuguesa.

Nível 80 – 120 pontos: 115.291 alunos (11,23%) demonstram domínio insuficiente da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.

 Nível 120 – 160 pontos: 412.091 alunos (40,15%) demonstram ter domínio mediano da modalidade escrita formal.

 Nível 160 – 200 pontos: 232.247 alunos (22,63%) demonstram bom domínio da modalidade escrita formal.

 Nível 200 pontos: 6210 alunos (0,60%) demonstram excelente domínio da modalidade escrita formal.

Como você deve ter percebido, escrever bem a Redação do ENEM terá um grande peso na sua nota final, o que pode ser o diferencial para que você seja aprovado. Por isso, ter uma boa preparação é essencial. O CPV tem um excelente Curso de Redação, para os que precisam se preparar para o ENEM e também para a FUVEST e todos os vestibulares das faculdades mais concorridas. Confira nossos cursos.

2 Comments

Add yours

+ Leave a Comment