Fuvest 2018: veja o resumo do Manual do Candidato

Fuvest 2018: veja o resumo do Manual do Candidato


A Fuvest, vestibular que seleciona para os cursos da Universidade do Estado de São Paulo (USP), divulgou o manual do candidato com todas as informações sobre o processo seletivo de 2018. As inscrições abrem no dia 21 de agosto e vão até o dia 11 de setembro. Elas devem ser feitas exclusivamente online, pelo site do processo seletivo, com taxa de inscrição no valor de R$ 170. Ao todo, a USP dispõe de 8.402 vagas para o ano que vem.

O Vestibular
O exame da Fuvest é realizado em duas fases, além de provas de Habilidades Específicas para os cursos de Artes Cênicas, Artes Visuais e Música.
A primeira prova será aplicada no dia 26 de novembro e tem duração máxima de cinco horas. Nesse dia, os candidatos respondem a 90 questões objetivas, com cinco alternativas cada, sobre todas as disciplinas do Ensino Médio.
São eliminados do vestibular os alunos que acertarem menos de 27 questões.

Classificação para a 2ª fase
Serão convocados para a 2ª fase os alunos que tenham as maiores notas, de acordo com fórmula que leva em conta o número de vagas (V) do curso desejado e a média de todos os candidatos deste curso (MC).
A média dos candidatos define o parâmetro que vai definir a relação candidato/vaga para a segunda fase. Quanto maior a média geral, mais candidatos serão chamados.
De qualquer maneira, o número de candidatos a ser chamado varia entre 2 e 3 por vaga. A nota de corte de cada curso é definida pela nota do último candidato convocado para a 2ª fase.

A 2ª fase
A 2ª fase da Fuvest é composta de provas dissertativas, aplicadas em três dias, com duração máxima de quatro horas cada uma. Nos dois primeiros dias, todos fazem as mesmas provas, independente do curso escolhido. No terceiro dia, todos os candidatos recebem os mesmos cadernos, mas cada um faz apenas as questões referentes a seu curso. Importante: não há indicação na prova de quais questões são indicadas para quais cursos; o aluno já deve saber previamente quais ele deve responder. Você pode consultar quais as suas provas específicas na seção “Carreiras” do Manual do Candidato.

No dia 07/1, os alunos respondem dez questões de Língua Portuguesa e Literatura e produzem uma Redação dissertativa-argumentativa.
No dia 08/1, a prova é composta de 16 questões de Biologia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática e Química, com questões interdisciplinares.
No dia 09/1, o aluno deverá responder 12 questões de igual valor, sobre duas ou três disciplinas, dependendo da carreira escolhida. Se forem duas disciplinas, haverá seis questões para cada uma delas. Se forem três disciplinas, haverá quatro questões para cada uma.

Leia também:
Fuvest 2018: lista obrigatória de obras para literatura
USP abre novo curso de Medicina; veja como fica a distribuição de vagas
Unicamp e USP são as melhores universidades da América Latina
As mais fáceis e as mais difíceis da Fuvest 2016: Matemática e Física

Cálculo das notas
Na 1ª fase, cada questão vale um ponto, que vai compor a Nota Bruta do aluno (N) e será convertida para a base centesimal, de acordo com o seguinte cálculo:
NF1 = N*(100/90)

Na 2ª fase, a resposta de cada questão vale de zero a quatro pontos, gerando notas brutas que serão convertidas para a base centesimal. A exceção será a prova de Língua Portuguesa e Literatura, que será convertida para o valor máximo de 50 pontos e somada à nota de Redação para compor os 100 pontos do primeiro dia.

A Redação será corrigida levando em conta o desenvolvimento do tema e organização do texto dissertativo-argumentativo, a coerência dos argumentos e articulação das partes do texto e a correção gramatical e adequação vocabular. Cada um destes três itens recebe pontuação de 1 a 5. Após a determinação dos pontos, será calculada a nota ponderada da Redacão, sendo que o primeiro item tem peso 4 e os outros dois têm peso 3. Assim, a nota máxima da Redação é de 50 pontos.

A nota final do candidato será a média aritmética da nota da 1ª fase com as notas de cada dia:
NF=(NF1+D1+D2+D3)/4

Caso o aluno esteja concorrendo a um curso que tenha Prova de Habilidade Específica, essa nota, que também valerá 100 pontos, terá peso 2 na Nota Final.

Cotas e Inclusão Social
Cada unidade da USP reservou 37% das vagas para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas no Brasil. Nessa reserva de vagas incidirá percentual para candidatos egressos da escola pública autodeclarados pretos, pardos e indígenas, equivalente à proporção desses grupos na população do Estado de São Paulo, segundo último censo do IBGE. Essas vagas serão preenchidas tanto pelo vestibular quanto pelo SiSU.

Veja a distribuição de vagas para os cursos de Biológicas
Veja a distribuição de vagas para os cursos de Exatas
Veja a distribuição de vagas para os cursos de Humanas

Para o vestibular, a Fuvest adota o Programa de Inclusão Social da USP (Inclusp), que bonifica a pontuação dos alunos que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas. O bônus incide sobre a nota da 1ª fase, desde que o aluno acerte o mínimo de 27 questões exigidas pelo vestibular. A bonificação é dada também no cálculo da nota final, mas sobre a pontuação original do candidato.
Para os alunos que tenham feito o Ensino Fundamental parcial ou integralmente em escola privada, o bônus será de 12%. Se, além do Ensino Médio, o aluno também cursou o Ensino Fundamental integralmente em escolas públicas, há três bonificações: a inicial, de 15%; aqueles que no ano passado tenham prestado o vestibular como treineiros e tenham acertado mais de 27 questões na primeira fase têm 5% adicionais; por fim, os autodeclarados Preto, Pardo ou Indígena têm outros 5% de bônus adicional.

Enem
A grande maioria dos cursos da USP têm reserva de vagas para ingresso via SiSU. No entanto, a divisão não é homogênea. Para saber se as vagas destinadas são para Ampla Concorrências, Egressos de Escolas Públicas ou Pretos, Pardos e Indígenas, consulte as tabelas listadas no item anterior.

Fique atento à agenda abaixo e não perca os prazos:
21/08 a 11/09 – Período de inscrição do Vestibular
12/09 – Prazo final para o pagamento da taxa de inscrição
8 a 13/10 – Prova de Habilidades Específicas para os candidatos de Artes Visuais e Música
26/11 – Primeira fase do Vestibular
18/12 – Divulgação dos classificados para a 2ª fase
07, 08 e 09/01 – Segunda fase do Vestibular
10 e 11/01 – Prova de Habilidades Específicas para os candidatos de Artes Cênicas
02/02 – Divulgação da 1ª chamada
08/02 – 2ª chamada
22/02 – 3ª chamada

1 comment

Add yours
  1. 1
    Medicina: veja os vestibulares para 2018 em SP | Blog do CPV

    […] USP – Universidade do Estado de São Paulo Cidade: Bauru, Ribeirão Preto e São Paulo Vagas: 60 em Bauru (42 pela Fuvest), 100 em Ribeirão Preto (80 pela Fuvest) e 175 em São Paulo (125 pela Fuvest). Saiba mais sobre a distribuição de vagas. Data de inscrição: de 21/8 a 11/9 Valor da taxa: R$ 170 Data da prova: 1ª fase: 26/11 | 2ª fase: 7, 8 e 9/1 Data do resultado: 2/2 A prova: O vestibular é aplicado em duas fase. A primeira é composta de uma prova objetiva com 90 questões. A segunda fase é composta de provas dissertativas e duas Redações, aplicadas em três dias. No primeiro são dez questões de Língua Portuguesa e Literatura e uma Redações. No segundo dia são 16 questões de Biologia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática e Química, com questões interdisciplinares. No último dia os candidatos a Medicina devem responder as quatro primeiras questões das provas de Física, Química e Biologia para os candidatos ao curso de São Paulo e as quatro primeiras questões das provas de Geografia, Química e Biologia para os candidatos aos cursos de Bauru e Ribeirão Preto. A classificação: Serão eliminados os candidatos que acertarem menos de 27 questões na 1ª fase. Todas as questões da primeira fase valem um ponto, que serão convertidos para a base centesimal. O número de classificados para a 2ª fase depende da média dos candidatos ao curso, sendo que, quanto maior a média, mas candidatos são convocados. Em Medicina espera-se que sejam chamados 3 candidatos por vaga. A nota de corte será a do último candidato a ser chamado. A partir daí, todos que tiverem desempenho igual ao dele são convocados também. Na 2ª fase, a resposta de cada questão vale de zero a quatro pontos, gerando notas brutas que serão convertidas para a base centesimal. A exceção será a prova de Língua Portuguesa e Literatura, que será convertida para o valor máximo de 50 pontos e somada à nota de Redação para compor os 100 pontos do primeiro dia.. A nota final do candidato será a média aritmética da nota da 1ª fase com as notas de cada dia: NF=(NF1+D1+D2+D3)/4. Saiba mais sobre o vestibular da Fuvest. […]

+ Leave a Comment