Santa Casa 2018: veja como foi a prova dissertativa e baixe a resolução

Santa Casa 2018: veja como foi a prova dissertativa e baixe a resolução


A Santa Casa aplicou ontem, dia 2 de novembro, a primeira prova do Vestibular 2018, o primeiro a ser elaborado pela Vunesp. Com um índice de abstenção de 6,2%, ao todo 6.605 candidatos estão concorrendo às 120 vagas da instituição. Nesse primeiro dia, eles tiveram quatro horas para responderem a 8 questões dissertativas de Biologia, 4 de Química, 4 de Física, 4 de Língua Portuguesa – e uma Redação. 

Baixe o Vestibular de Medicina da Santa Casa Resolvido

Hoje foi a vez do módulo objetivo, com 80 questões com 5 alternativas cada, distribuídas igualmente entre Português, Inglês, História, Geografia, Biologia, Química, Física e Matemática. Sem uma segunda fase, o resultado será divulgado no dia 4 de Dezembro.

Veja como foi a prova de Conhecimentos Específicos
A parte de Biologia, a maior do primeiro dia, foi a mais exigente, com questões de nível de dificuldade médio e alto. Essa é a opinião do professor Guilherme Shatzer, que vê no exame a busca por alunos com uma preparação cuidadosa e com conhecimentos amplos de várias partes da disciplina, como citologia, zoologia, evolução, fisiologia humana, ecologia e genética. “Apareceram questões que pediam domínio do conteúdo e raciocínio lógico para a resolução”, pontua.

Para o professor Elcio Bertolla, de Química, as quatro questões foram bem divididas entre os três grandes componentes curriculares da disciplina, sendo uma de química orgânica, uma de química geral e inorgânica e duas de físico-química. Além disso, não havia nenhuma questão com alto grau de dificuldade, embora o item B da questão 10 tenha exigido um pouco mais do candidato, por envolver cálculos matemáticos.

Em Língua Portuguesa, foi demandado do aluno bastante leitura e entendimento textual. Para o professor Caco Penna, as questões foram bem elaboradas, além da coletânea ter sido bem selecionada. “Com textos de Marilena Chaui e Mário de Andrade, a banca cobrou bastante atenção dos candidatos com relação aos recursos linguísticos explorados pelos autores”, diz. Além disso, a prova não descuidou de questões conceituais aplicadas, com assuntos como conjunção, formação de palavras e colocação pronominal.

Para o professor Ricardo Meca, de Física, as questões da disciplina foram claras e objetivas, com níveis de dificuldade bem distribuídos. O professor ainda pontua que os assuntos também foram igualitários, com uma questão de Mecânica, uma de Termologia, uma de Óptica e uma de Eletricidade.

Em redação o tema surpreendeu. Isso porque o conceito de pós-verdade já foi explorado recentemente em outros vestibulares. Ainda assim, para a professora Maria Teresa Nastri de Carvalho, a situação é real e presente. “A coletânea, composta por textos de diferentes órgãos da imprensa, abriu uma perspectiva plural quanto à maneira de explorar o assunto”, completa.

+ There are no comments

Add yours