Sobe para 21 as faculdades de Medicina de SP com bom desempenho na prova do Cremesp

Sobe para 21 as faculdades de Medicina de SP com bom desempenho na prova do Cremesp


O número de faculdades de medicina de São Paulo que conseguiu a nota mínima no exame do conselho regional do Estado (Cremesp) subiu de 16 em 2016 para 31 em 2017. O Cremesp divulgou quais tiveram desempenho satisfatório na prova que avalia os recém-formados, sem no entanto elaborar um ranking. Das 47 escolas médicas em atividade em São Paulo em 2017, 32 participaram da prova – em 2016 havia sido 30. As outras foram abertas há menos de 6 anos e não haviam formado turma à época do exame. Para constar no ranking, pelo menos metade dos formandos deveria participar da prova.

Leia também: faculdades de Medicina com ingresso em 2018/2

Além no aumento do número de faculdades com bom desempenho, pela primeira vez em 10 anos mais de 60% dos recém-formados que prestaram a prova acertaram o número mínimo de questões exigido. Em números absolutos, 1.702 novos médicos acertaram 72 ou mais questões e 934 não acertaram o mínimo de 60% de acertos.

Como em 2016, a prova foi composta por 120 questões de múltipla escolha, com cinco alternativas de respostas. Com duração de até cinco horas, abrangeu as principais áreas da Medicina: Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Pediatria, Ginecologia, Obstetrícia, Saúde Pública, Epidemiologia, Saúde Mental, Bioética e Ciências Básicas.

Atualmente, a participação do recém-formado é voluntária. No entanto, o Cremesp está empenhado para que um exame semelhante seja obrigatório em todo o território nacional. Tanto que, na aplicação da prova, fez uma pesquisa de opinião com os próprios participantes, sobre a exigência da prova, com 83,2% dos inscritos sendo a favor da obrigatoriedade. Além disso, abriu uma petição pública online para levar o assunto ao Congresso.

Mesmo sem a obrigatoriedade, o exame do Cremesp tem ganhado importância desde 2015. Os programas de residência médica de instituições como USP, Unifesp, Santa Casa, PUC-Campinas, HCor, Albert Einstein, Sírio-Libanês e Oswaldo Cruz, por exemplo, exigem o certificado como condição para o acesso às vagas. Além disso, instituições privadas, como planos de saúde, também podem pedir o comprovante. Em nenhum dos casos, no entanto, a nota é fator determinante.
O objetivo de exigir o certificado de participação é fortalecer cada vez mais o exame, já que resultados detalhados são encaminhados para as universidades. A ideia é que cada instituição use os dados para ajustar programas de ensino, acompanhamento e avaliação dos estudantes.

Veja abaixo a lista em ordem alfabética das faculdades que tiveram desempenho igual ou maior que 60%, do número de recém-formados que fizeram o exame do Cremesp e a concorrência do vestibular 2018. A instituição não informa o desempenho de cada uma, portanto, não há um ranking por notas.

 

Faculdade (ordem alfabética)

Recém-formados que fizeram a prova

Relação Candidato/Vaga no último vestibular

* Centro Universitário Barão de Mauá (CBM)

45

 Instituição
não informou

Faculdades de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP)

109

55,7

Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ)

68

36,2

Faculdade de Medicina de Marília (Famema)

78

181,6

Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp)

64

212,3

Faculdade de Medicina do ABC (FMABC)

109

49,95

Faculdades Integradas Padre Albino (Fipa)

64

27,1

Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)

120

1º Semestre – 55,51
2º Semestre – 22,81

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

105

41,79

* Universidade Anhembi Morumbi (UAM)

89

12,7

* Universidade de Franca (UniFran)

45

11,1

* Universidade de Mogi das Cruzes (UMC)

89

14

Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp)

97

 22

Universidade de São Paulo (USP-São Paulo)

167

135,74

Universidade de São Paulo (USP-Ribeirão Preto)

91

86,50

Universidade de Taubaté (Unitau)

81

Instituição
não informou

Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

112

278,9

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp)

94

312,7

Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)

30

**Nota de corte
do Sisu: 764,01

Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

120

145,70

* Universidade São Francisco (USF)

111

67

*Escolas que entraram para a lista este ano.
**Nota de corte do último aluno a entrar por Ampla Concorrência na 2ª Chamada

+ There are no comments

Add yours