Conheça as instituições portuguesas que usam o Enem como critério de seleção

Conheça as instituições portuguesas que usam o Enem como critério de seleção


Portugal é um bom destino para quem quer fazer uma graduação no exterior, mas encontra na proficiência de um segundo idioma uma barreira. No entanto, é importante saber que a prova vale para o ingresso de alunos estrangeiros no país, por isso pode haver restrições para quem tem cidadania portuguesa ou de outro país membro da União Europeia.

Veja abaixo a lista de Institutos Politécnicos e Universidades que usam o Enem em seus processos seletivos. Os primeiros foram criados para dar cursos voltados aos aspectos práticos da profissão, enquanto os demais dariam uma base mais teórica, com o objetivo de construir conhecimento. No entanto, com o passar do tempo, os cursos foram se aproximando. Uma dica para saber se a escolha está correta é dar uma boa olhada no plano de ensino.

Veja abaixo a lista de instituições, em ordem alfabética:

Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário
Localizada na região do Ave e do Grande Porto, a Cooperativa oferece informações sobre a graduação para os estudantes. É cobrado um valor para a taxa de candidatura e exige nota mínima de 500 pontos no Enem.

Instituto Politécnico da Maia (Ipmaia)
O Instituto disponibiliza informações sobre a candidatura, regulamentos e documentos necessários. A classificação mínima para o ingresso é de 475 pontos no Enem.

Instituto Politécnico de Beja
Localizado no Alentejo, o Instituto transforma a nota do Enem em uma média portuguesa para, então, distribuir as vagas. Cada um dos 16 cursos atribui um peso diferente a cada uma das provas.

Instituto Politécnico de Bragança
Localizado em Bragança, o Instituto exige para o aluno nota maior que zero na redação.

Instituto Politécnico de Castelo Branco
O site disponibiliza um edital explicando as exigências para a candidatura. O Instituto exige nota de corte de 95 pontos na escala portuguesa.

Instituto Politécnico de Coimbra
Com vagas para brasileiros em quase 50 cursos, oferece vagas também para turmas com aulas ministradas em inglês.

Instituto Politécnico de Guarda
Aceita resultados do Enem dos últimos três anos, mas não especifica qual nota o aluno deve ter atingido.

Instituto Politécnico de Leiria
A universidade tem uma página especial para alunos brasileiros, com informações sobre a universidade, cursos e até moradia. Nem todas as notas contam para a admissão, dependendo muito do curso.

Instituto Politécnico de Portalegre
Localizado na região oeste de Portugal, já próximo da Espanha, oferece vagas em pouco mais de 15 cursos.

Instituto Politécnico de Santarém
Nem todas as provas são usadas na composição da nota e, dependendo do curso, o aluno ainda pode escolher aquela em que se saiu melhor.

Instituto Politécnico de Setúbal
Oferece mais de 20 cursos (alguns deles com pré-requisitos). Para que a prova de candidatura seja considerada é exigido nota igual ou superior a 500 pontos no Enem.

Instituto Politécnico de Viseu
Não há informações claras sobre a quantidade de vagas destinadas a alunos internacionais. A nota de corte para se candidatar é 95 na escala portuguesa e a nota da redação é descartada.

Instituto Politécnico do Cávado e do Ave
Com unidades em Barcelos, Braga e Guimarães, um dos destaques da universidade é o curso de Engenharia em Desenvolvimento de Jogos Digitais.

Instituto Politécnico do Porto
Composto de oito escolas em três campi, o instituto não divulga o número de vagas destinadas a alunos estrangeiros.

Instituto Universitário da Maia (Ismai)
Localizado em Castêlo de Maia, a universidade exige classificação mínima de 475 pontos no Enem.

Universidade Católica Portuguesa
Com unidades em Braga, Lisboa, Porto e Viseu, a universidade exige bom desempenho no ensino médio e pontuação mínima de 475 no Enem.

Universidade da Beira Interior
A instituição possui uma página dedicada a brasileiros que queiram estudar na universidade, com informações não só sobre os cursos e pesos das notas do Enem, mas também sobre a vida na cidade.

Universidade da Madeira
Para saber se é possível se candidatar, é preciso usar as notas do Enem na tabela de ponderação, depois converter para a escala portuguesa e, nessa escala, ter um mínimo de 100.

Universidade de Aveiro
Oferece 10 cursos de engenharia com mestrado integrado. Uma pontuação acima de 500 no Enem isenta o candidato de prestar outra prova de acesso.

Universidade de Coimbra
Oferece vagas em mais de 40 cursos em várias áreas, como economia, comunicação e engenharia. Cada curso tem uma fórmula diferente de peso das notas do Enem.

Universidade de Lisboa
Localizada na capital portuguesa, oferece quase 100 cursos, muitos com mestrado integrado.

Universidade do Algarve
Localizada no sul de Portugal, exige um mínimo de 500 em redação e 475 em cada uma das outras provas para poder concorrer a uma das vagas para estrangeiros.

Universidade do Minho
Com unidades em Braga e Guimarães, a universidade possui três campi – Campus de Gualtar, Campus de Azurém e Campus de Couros. O site oferece informações sobre alojamento, alimentação, custo de vida e infraestrutura para o primeiro contato.

Universidade do Porto
Com cursos em 11 faculdades diferentes, tem valores distintos de anuidade para países membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

Universidade dos Açores
Localizada na Ilha de Açores, tem um programa de intercâmbio com outras cidades portuguesas. Para se candidatar a uma vaga, o aluno tem que ter um desempenho superior a 500 no Enem.

Universidade Fernando Pessoa – UFP
A universidade possui uma página só com informações para alunos ingressantes internacionais. É exigido classificação na escala portuguesa de 0 a 200 pontos, com nota mínima de 95.

Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Localizada em Lisboa, a universidade exige uma nota de corte de 95 na escala portuguesa.

Universidade Lusófona do Porto
Para saber se é possível se candidatar, é preciso converter as notas para a escala portuguesa e, nessa escala, ter um mínimo de 95.

Universidade Portucalense
Localizada em Porto, a universidade exige pontuação igual ou superior a 500 pontos no Enem.

2 Comments

Add yours

+ Leave a Comment