Não passei, e agora?


 

 

Quem começou 2013 fora da faculdade: prepare-se desde já para os vestibulares de inverno!

 

Se você fracassou nos vestibulares de início de ano, não entre em pânico. Nem pense em mudar de carreira – ou abrir mão de uma universidade logo no ensino superior. Quem almeja entrar na universidade ainda em 2013 precisa iniciar o planejamento desde já – e se dedicar o máximo possível.

Para ir bem nas provas de inverno, ou do meio do ano, é importante manter o ritmo de estudo, recomenda Paulo Lima, coordenador pedagógico do CPV Vestibulares. “A relação candidato/vaga nos vestibulares no meio do ano é menor e há mais chance de ser aprovado. Mas tem que estudar.”, adverte.

Em geral, explica Lima, os vestibulares de inverno são menos concorridos, pois um número considerável de alunos que ainda cursam o terceiro ano do Ensino Médio se inscreve apenas como treineiro. No final do ano, ao contrário, esses candidatos se tornam efetivos, engrossando a lista que disputam vaga no ensino superior.

 

Menos balada, mais foco!

 

O remédio é amargo. Mas não tem jeito.Nos vestibulares de verão ou de inverno, é necessário deixar alguns prazeres de lado. “Para driblar a concorrência, o candidato precisa restringir horários de lazer e baladas, por exemplo, estudando o máximo possível” , diz o coordenador do CPV.

“Ao determinar uma rotina de estudos, o cursinho pré-vestibular costuma ser bastante eficaz. Além disso, com o cursinho os candidatos adquirem conhecimento com foco.”

Os cursos pré-vestibulares oferecem programas de estudo específicos, focando nas disciplinas e conteúdo constantes nos manuais dos cursos e faculdades de interesse. “Dessa forma os pré-vestibulandos não perdem tempo com matérias que não serão exigidas em seus exames”, ilustra Lima.

 

 Matéria publicada no Diário de São Paulo (Fevereiro/2013)

 

 

+ There are no comments

Add yours