Terremoto causa pânico no sul da Ásia

Terremoto causa pânico no sul da Ásia


Um terremoto de 7,5 de magnitude causou desespero nesta segunda-feira, no sul da Ásia, provocando a morte de mais de 200 pessoas. Os países atingidos foram Paquistão, Afeganistão e Índia. Segundo balanço divulgado pelas autoridades locais, o número de mortes pode aumentar nos próximos dias, até que a comunicação seja recuperada nas regiões mais isoladas. O número de feridos já ultrapassa mil.

Com duração de quase um minuto, às 13h30 (7h em Brasília), o epicentro do tremor foi localizado perto de Jurm, na região de Hindu Kush, a 250 km da capital afegã. A região montanhosa escassamente povoada faz parte da cordilheira do Himalaia e é compartilhada por Afeganistão e Paquistão.

Em um dos piores incidentes, em Taloqan, no Afeganistão, o tremor causou a morte de 12 meninas e deixou mais de 30 feridas em um colégio que foi derrubado. Apesar disso, o país mais afetado foi o Paquistão, com mais de 140 mortes.

Apesar da distância, o terremoto balançou até edifícios de Nova Délhi, na Índia. O governo do Paquistão ordenou a mobilização de todas as agências de socorro e assistência do país, enquanto o Exército anunciou uma operação de resgate.

Este foi o de maior intensidade no Sul da Ásia desde abril, quando o terremoto do Nepal deixou cerca de nove mil mortos. Há pouco mais de uma década, outro de magnitude de 7,6 matou mais de 80 mil pessoas no Paquistão.

+ There are no comments

Add yours