FGV-Adm 2017: Redação foi bastante exigente

FGV-Adm 2017: Redação foi bastante exigente


Os alunos que prestaram vestibular para a Administração da FGV encontraram um tema de redação bastante exigente: “A atual geração de jovens brasileiros e o futuro: expectativas e possibilidades”. Para a professora de redação do CPV, Cristiane Florêncio, essa parte da prova certamente irá selecionar os alunos mais bem preparados, que investem na leitura de atualidades, que sabem analisar a situação brasileira e, principalmente, que conseguem ler e entender textos complexos como o que foi proposto.

Leia aqui os comentários da professora Cris sobre a redação.

O texto em questão, do professor Jean Pisani-Ferry, professor da Escola Hertie de Administração Pública, em Berlim, aborda três perspectivas – a política, a econômica e a ambiental – para justificar a opinião de que a juventude passa por uma crise sem precedentes. Além disso, traz um viés bastante pessimista com relação ao futuro.

Nesse contexto, o aluno poderia cometer três erros. O primeiro, discorrer sobre a juventude como um todo, não discutindo especificamente sobre a brasileira. O segundo, bater de frente com a opinião do autor e tentar justificar que os jovens passam, nos dias atuais, por bons momentos. E o terceiro, deixar de falar do futuro.

Esse, aliás, seria o momento adequado para o aluno otimista expressar sua opinião. Ele poderia falar de boas oportunidades para a juventude brasileira, desde que elas estivessem no campo das possibilidades. Mas Cristiane explica que essa linha é mais difícil de ser adotada. “Quando o texto vai por um caminho bem claro, o mais simples é concordar. O aluno poderia, sim, trazer possibilidades positivas, mas não sem antes confirmar que o momento atual não é favorável, e nem sair do foco geográfico que é o Brasil”, diz Cristiane.

Uma vez que o candidato não tenha cometido nenhum desses erros, a boa amarração das três perspectivas tratadas no texto poderá garantir uma nota considerável. Isso não significa que o aluno que escreva sobre um ou dois aspectos vá tirar uma nota baixa, mas o ideal seria passar pelos três. “Dada a dificuldade de elaborar essa conexão, a banca certamente vai subir a nota de quem o fizer”, finaliza Cristiane.

+ There are no comments

Add yours