Segunda fase FGV Economia: tudo sobre a última etapa do processo seletivo

Segunda fase FGV Economia: tudo sobre a última etapa do processo seletivo


A Fundação Getúlio Vargas (FGV) é uma instituição com foco na formação de líderes capazes de enfrentar os desafios de um mundo em constante mudança. Para os futuros alunos da FGV EESP, fazer parte da escola número 1 em Economia no Brasil, segundo o ranking IDEAS RePEc traz oportunidades incríveis. 

A segunda fase do vestibular FGV economia é obrigatória para todos os candidatos e o segundo critério de desempate na classificação. Uma boa nota nessa etapa é fundamental para a aprovação do aluno. Seguindo o modelo de vestibular da instituição para as turmas de 2021, a FGV EESP transformou o seu processo seletivo em 100% online. 

Quer conhecer tudo sobre a segunda fase FGV Economia em SP? Continue com a gente e dê mais um passo em direção a sua aprovação.

Conheça o curso FGV Economia

O curso de Economia da FGV é essencialmente focado no mercado de trabalho, desenvolvendo nos seus alunos, as habilidades e competências que são exigidas pelas maiores empresas do mercado.

Cursado exclusivamente em período integral e com duração mínima de 8 semestres, o curso de economia FGV foi elaborado com base no método de ensino ativo, onde em salas com até 15 alunos, são promovidos debates e análises de problemas reais que serão encontrados durante a carreira profissional. 

Além disso, os alunos da FGV economia podem escolher entre quatro áreas de enfoque de acordo com o caminho profissional que desejam seguir, são elas: Engenharia Financeira, Microeconomia Aplicada, Macroeconomia Aplicada e Economia Política. Caso o aluno queira cursar mais de uma das áreas de enfoque, é só trilhar ambas as disciplinas essenciais das matérias na dupla titulação.

Se você ficou curioso para conhecer a grade curricular de economia da FGV, é só clicar aqui e acessar o currículo pleno disponibilizado pela própria faculdade. 

Na grade curricular de economia FGV, você confere quais serão as matérias de estudo ao longo de todo o curso, carga horária e o número de créditos. 

Por ser uma fundação focada no ensino e desenvolvimento do mercado, os alunos estarão em contato com a dinâmica da economia como um todo, unindo o aprendizado teórico com a prática. 

Como funciona a segunda fase FGV Economia?

Para os aprovados na primeira fase do vestibular FGV Economia, o maior desafio ainda está por vir. A segunda fase do processo seletivo é composta por 1 (uma) prova objetiva de Matemática e 2 (duas) provas discursivas de Redação e Língua Portuguesa.

Com divisão em 2 blocos e realização no dia 06/12/20 , a primeira avaliação da  segunda fase do vestibular FGV Economia começa às 8h e termina às 10h. Já a segunda avaliação, têm início às 11h até 13h30. O horário de acesso online é previsto para 30 minutos antes do início do exame. 

A realização 100% online do processo seletivo como um todo, incluindo a segunda fase, traz algumas questões que devem ser observadas pelo candidato, confira;

  • A saída da prova só é autorizada durante os intervalos ou após o término de cada bloco;
  • O candidato não poderá acessar a plataforma usando gorro, casaco com capuz, boné ou fones de ouvido;
  • Durante a realização da prova será permitida o consumo de água, chocolates, e outros alimentos desde que em embalagens transparentes e próximas ao candidato;
  • Em caso de desconexão, a prova funciona no modo de gravação automática e o candidato poderá retomar a realização do teste a partir da última questão assinalada, porém serão monitoradas possíveis atividades suspeitas.

Orientações para a redação

A maior preocupação dos vestibulandos é a redação. Para ter um bom desempenho na prova dissertativa, é fundamental entender o que está sendo exigido pela instituição e onde você deve se diferenciar dos demais candidatos. 

Dentro da própria prova estarão inseridos alguns textos de apoio para que, com base naquelas informações e na estrutura intelectual, o candidato seja capaz de desenvolver os seus argumentos em três principais atributos:

Abordagem do tema: Conhecimento sobre o que está sendo proposto na avaliação;

Estrutura: Domínio da estrutura dissertativa-argumentativa;

Expressão (coesão e modalidade): Articulação adequada dos elementos linguísticos e discursivos, bem como o seu emprego de forma coerente e consistente. 

O texto elaborado deve ser do gênero  dissertativo-argumentativo, com a apresentação de um raciocínio para defender determinado ponto de vista, em formato de prosa e com no mínimo 150 palavras e, no máximo 400 palavras.

Se prepare para a aprovação

A aprovação na primeira etapa da FGV/ECO coloca você um pouco mais perto da tão sonhada vaga, mas é na segunda fase que o seu objetivo será conquistado. Confira algumas dicas para manter o alto desempenho nos estudos:

Organize a sua rotina: Uma rotina de estudos bem organizada é fundamental para aproveitar as semanas que antecedem o vestibular revisando o conteúdo e exercitando o conhecimento. 

Analise quais são os seus pontos fortes e fracos, com base nas necessidades do vestibular e o seu desenvolvimento, elabore uma rotina de estudos organizada por matéria, com horários definidos e cumprimento rigoroso.

Estude com as provas anteriores: As provas anteriores da FGV Economia, permitem que você entenda na prática o que precisa ser reforçado nos seus estudos. 

Com as versões resolvidas disponíveis aqui no site do CPV, você aprende onde estão os seus erros com a resposta das questões de forma didática, feita por professores especializados. 

Utilize as provas anteriores como um aquecimento para a 2º fase que está por vir, entendendo melhor como funciona o vestibular de Economia na FGV e ainda diminuindo aquele friozinho na barriga antes da prova.

Uma boa noite de sono faz toda a diferença: Você sabia que a qualidade do sono está diretamente atrelada a fixação do aprendizado? É o que diz a Universidade de Lubeck, na Alemanha. Isso acontece, pois a consolidação do aprendizado é diretamente favorecido por neuro-hormônios e neurotransmissores secretados pelo sono. 

Ficar noites sem dormir antes da 2º fase da FGV Economia passa longe de ser uma boa ideia, respeite o seu corpo e procure cumprir às horas de sono recomendadas.

Leia mais em: Dicas para vestibular: 5 dicas que fazem toda a diferença. 

E não deixe de conferir a Revisão FGV/ECO para a 2º fase do CPV, referência em preparação para FGV.

Bons estudos!

+ There are no comments

Add yours